Aldrey escreve a cada 15 dias, sempre nas quartas-feiras.
O que está acontecendo com o Dólar?

Entenda de forma sucinta os motivos que levaram a moeda a “derreter”.

Na última semana observamos atentos a queda do câmbio, o qual foi comemorado pelos viajantes que estavam esperando o momento ideal de adquirir a moeda.

Tivemos dois cenários importantes:

- No cenário interno:
* A sinalização do novo Presidente do Banco Central o qual mencionou não estar disposto a utilizar as mesmas ferramentas que a Diretoria anterior estava usando. A antiga Diretoria  não deixava o câmbio cair muito, eles tinham o patamar de R$3,50. Toda vez que a moeda batia nesse valor eles entravam com intervenção para fazer o câmbio subir.
* Os juros no Brasil deverão demorar um pouco mais para cair. Com juros mais altos o país se torna mais interessante para os investidores.

- No cenário externo:
* As commodities, como por exemplo o petróleo,  seguem em alta.
* O FED ( Banco Central Americano) entendeu que a saída do Reino Unido da Europa poderá afetar sua economia e com isso o mercado acredita que não haverá aumento da taxa de juros por lá tão cedo.  A taxa de juros sendo aumentada poderá fazer com que investidores deixem de investir em países emergentes como o nosso, e com isso o dólar voltaria a subir por aqui.

Na sexta-feira e hoje o BACEN realizou intervenção, ato que não ocorria desde 18 de maio deste ano, com a finalidade de evitar uma queda ainda maior do câmbio. O Bacen ainda não sinalizou de forma clara qual o patamar ideal do câmbio.

Diante disso, para quem vai viajar o ideal é realizar a compra da moeda aos poucos para realizar um preço médio.