Caroline escreve mensalmente, sempre nas terças-feiras.
Concretize os seus objetivos, ainda em 2015

2015 está sendo um ano desafiador. À medida que o primeiro semestre do ano vai chegando ao fim, já não temos grandes expectativas de que algo diferente possa acontecer para melhorar os resultados do ano e concretizar nossos objetivos. Porém, não é um ano de crise ou de abundância que proporciona resultados, mas nossas atitudes. Mesmo diante de anos com grandes oportunidades, são poucos aqueles objetivos que deixam a mente ou a categoria de sonho para de fato virar realidade. Criar na cabeça o que queremos conquistar é uma parte fundamental do processo, entretanto, manter o objetivo apenas no plano mental não leva à sua realização, somente nos faz acalentar a esperança de um dia realizarmos algo.

Acontece que, diante dos desafios, o pessimismo acaba por renegar os projetos apenas ao campo dos pensamentos e sonhos. Contudo, fazer essa travessia, rompendo o pessimismo, é o mais importante, afinal, pensamentos geram sentimentos, enquanto estes resultam em comportamentos, completando o ciclo virtuoso do pensar, sentir e agir. Por isso, é preciso que o objetivo seja transformado em uma meta e que esta venha seguida de um bom planejamento, afinal, ninguém escala o Monte Everest sem pensar em cada detalhe. Esse é o ponto onde reside o nosso problema, pois, de forma geral, não somos direcionados para o planejamento.

Pensando nisso, elaborei 4 dicas úteis para que você possa transformar aquele velho objetivo em uma meta atingida ainda este ano.

1. Saiba aonde quer chegar
Muita gente acorda cedo, trabalha o dia inteiro, estuda, constitui família e não sabe aonde quer chegar. Por isso, antes de sair por aí atirando para tudo que é lado, pense um pouco e pergunte-se: ao final da sua vida, o que você gostaria de ter conquistado? Que imagem você gostaria que as pessoas tivessem de você? Quais projetos profissionais você gostaria de ter se envolvido?

2. Escreva as suas metas
Tudo que é importante em nossa vida está escrito e documentado, como certidão de nascimento, casamento, contrato de compra do apartamento e declarações, entre outros. Colocar os seus objetivos no papel faz com que eles se tornem mais concretos.

3. Tenha metas S.M.A.R.T.
Para que suas metas sejam atingidas, elas precisam responder a algumas perguntas e obedecer a algumas regras, como:
• Específica e mensurável – Sua meta precisa ser bem definida, como, por exemplo: “Este ano quero economizar R$ 100 mil e, por isso, vou poupar em torno de R$ 8.000/mês”. O cérebro só entende mensagens exatas.
• Alcançável – Pense em algo que seja desafiante, mas atingível, para não gerar desânimo. As metas precisam ser compatíveis com a sua realidade.
• Relevante – Procure metas que estejam relacionadas com o seu propósito de vida e que tenham uma motivação para serem realizadas. Pergunte-se para que você quer realizar esta meta, pois esse será o combustível para que a chama da persistência não se apague quando surgirem desafios.
• Temporalidade – Estabeleça um prazo para que a sua meta seja cumprida.

4. Comprometa-se com a sua meta em todos os momentos
Lembra da história da galinha e do porco? No preparo de uma refeição, podemos dizer que a galinha estava envolvida no processo que forneceu os ovos, mas foi o porco quem se comprometeu com a própria vida dando o bacon. Seja responsável pela conquista da sua meta.

A partir dessas dicas, saiba o seu ponto de partida e comece a caminhada. Se precisar, procure ajuda, mas saia da inércia para a concretização dos seus objetivos.