Caroline escreve mensalmente, sempre nas terças-feiras.
Confrontação, a chave do triunfo

Pare por um momento e olhe para trás. Perceba o que você construiu até este momento. O que você vê? O que você sente ao folhar as páginas do livro da sua vida? As coisas estão indo de acordo com o que você deseja e dentro das suas expectativas?

Não raramente, ao pensar nessas perguntas muitas das respostas vem acompanhadas de um sentimento de frustração, insatisfação e cansaço da mesmice. Os motivos para tal fato são diversos, mas a questão é como você resolve. O que efetivamente você tem feito para mudar essa situação e principalmente essa sensação?

Vejo muitas pessoas sufocando esse sentimento na expectativa de que seja algo passageiro, outras procuram respostas na troca de emprego, profissão, cidade ou projeto e com o tempo percebem que aquele sentimento esta de volta. Quando a melhor parte do trabalho é o final de semana esta na hora de você rever as suas escolhas e decisões até o momento. Na maioria das vezes, o que esta em jogo não é um novo emprego ou uma nova profissão e sim a falta de clareza sobre o que você quer e o que não quer, entendendo onde residem os seus medos, suas debilidades e principalmente suas vulnerabilidades para que possa lidera-los e não o contrário.

De nada adianta você persistir em um caminho que não lhe trás satisfação e felicidade, acumulando e vivendo um grande vazio dia após dia. Muitas vezes, a solução passa por entender qual o diálogo interno esta travando consigo própria. O que você pensa sobre a sua realidade? Quais as emoções que predominam diante desse momento? Como você se enxerga diante disso tudo? Essa sucessão de sentimentos e pensamentos limitadores colaboram para uma autoimagem distorcida da realidade e como isso você fica condicionado em um círculo vicioso a repetir sempre o mesmo modelo.

Por isso, por mais dolorido que seja, é necessário que você questione o que não esta lhe trazendo felicidade ou satisfação, seja na vida pessoal ou na carreira, em um exercício livre de confrontação pois, a origem de toda dor assim como de todo prazer esta dentro de cada uma de nós. Você esta preparada esse olhar interno?

É a partir desse olhar que você entende a frase "o seu pior adversário é você” e com isso inicia um processo de ruptura dos seus limites e de tudo mais que o segura e impede de trilhar um caminho de satisfação e realização. Observe a si mesmo com honestidade e humildade, reconheça seus medos, elabore um plano de como vence-los e entenda que precisa libertar-se.

A chave para sair da mesmice, da frustração e da insatisfação de não conseguir os resultados que almeja esta em olhar para si e para sua vida de uma forma diferente, implementando novos padrões que melhorem a sua qualidade de vida.

Aceite esse desafio e dê o primeiro passo.