Aldrey escreve a cada 15 dias, sempre nas quartas-feiras.
Ano de crise e as nossas finanças

O que estamos vendo neste ano? Inflação, dólar nas alturas, corrupção, rebaixamento,  instabilidade econômica e política.

E, dessa forma, impossível não ouvir a palavra crise sussurrando em nossos ouvidos.

Eu sempre digo que nossas vidas são uma espécie de gráfico, onde teremos altos, baixos e momentos de estabilidade. Não temos como nos manter em constante elevação, é necessário por vezes cair um pouco para respirar e voltar mais forte para cima.

O que quero dizer é que se sempre estivermos só ascendendo poderemos entrar em um lapso de comodidade e isso é perigoso, poderá trazer monotonia e uma queda forte será inevitável.  Importante estar sempre atento.

Crises sempre existirão e quando elas acontecerem estar respaldado para aproveitar todas as oportunidades será determinante para sua sobrevivência financeira. Muitas, mas muitas pessoas crescem em um período de crise.

Importante salientar que nem sempre a crise nos atingirá quando todos estiverem falando nela, podemos entrar em crise ao realizarmos um mal investimento, podemos nos perder financeiramente ao ter uma doença séria na família ou por não termos economias.

A inflação neste ano deverá ser puxada pela alta do dólar e com isso diminuirá nosso poder de compra.  Agora é momento de ter cautela com investimentos que prometem uma rentabilidade muito acima do normal.

Tesouro Selic acompanha a taxa de juros e poderá ser uma aplicação segura, segundo especialistas. Outra opção é a LCI e LCA , as quais possuem isenção de IR, mas se preferir o CDB, o pós fixado poderá ser mais interessante por acompanhar a alta dos juros.

Sobre a bolsa de valores, ela está em queda e segue nessa tendência, para investir nesse mercado somente se tiver conhecimento sobre o assunto.

Lembre-se que poupança não é investimento, paga rendimento fixo de 0,5% ao mês mais TR, com isso não aproveita a alta do juros. Possivelmente teremos uma alta da inflação  e a perda de dinheiro na poupança é fato.

Procure sempre ter economias para que seja independente financeiramente, assim quando uma crise como estamos vivendo agora aparecer você poderá aproveitar as grandes oportunidades que irão surgir.