Aldrey escreve a cada 15 dias, sempre nas quartas-feiras.
Quem disse que mulher não sabe comprar carro?

Uma discriminação  que sofremos é na hora de comprarmos um carro, principalmente se ele for usado. Os homens, de modo geral partem do princípio que não entendemos nada e a chance de sermos “passadas para trás” é grande.

Algumas dicas que poderão ser uteis:

- Realizar a compra de carro usado sempre de um conhecido. Carro de desconhecido poderá ter o que se chama de “vícios ocultos”.
- Carros semi- novos eu  compraria em uma concessionária, uma vez que possui garantia de procedência e um mínimo de garantia de 3 (três) meses que é obrigatório  para revenda.
- Opte por comprar carro de mulher, uma vez que  “geralmente” possuímos um maior cuidado de nossos bens;
- Verifique se o estepe nunca rodou. Isso poderá significar que a proprietária era cuidadosa e que não rodava muito.
- Carro de garagem. Significa que o carro tem pouca quilometragem.

Mas cuidado!

Nem sempre o odometro é fiel, mesmo ele sendo digital, poderá ter sido manipulado, então além de olhar o odometro, dê uma espiadinha nas pedaleiras ( principalmente a da embreagem), para ver se estão gastas e também nos pneus.

- Observe os bancos, os que possuem bancos de couro conseguimos perceber quando ele está bem usado.
- Prefira um carro que ainda tenha garantia de fábrica ou um veículo de fácil valor de revenda, ou seja, um carro que todo mundo “deseja” mesmo que usado é um carro que desvaloriza menos que os outros)
- Pesquise o valor do seguro do carro para ver se cabe no seu bolso: dados como profissão, bairro onde mora, se possui garagem fechada influenciam no valor.
- Leve em um mecânico para dar uma revisão no motor e outros itens.
- Entrar no site do DETRAN para ver se o veículo tem muitas multas. Exemplo: se tiver muitas multas com excesso de velocidade em estradas, poderá ser traçado um perfil do antigo condutor e a forma de como ele dirigia.

A compra de um veículo costumo dizer que é um misto de razão com emoção, precisamos analisar todos os itens. Podemos comparar, claro que nas devidas proporções ao realizarmos a compra de uma bolsa, podemos achar ela bonita, mas precisamos ver se está bem costurada se tem bolsinho para o celular e outros detalhes.

O carro a mesma coisa, se além de ser bonito, é do tamanho da minha garagem, se ele está inteirinho (sem amassados), se possui vários porta- trecos (adorooo!), se o porta malas é compatível com o que preciso carregar.

Há alguns anos atrás lembro que lançaram alguns carros visando o público feminino, com banco que não rasgava a meia calça, vários porta-trecos e outros detalhes.

O importante é termos paciência para analisar os itens e olharmos vários carros antes de efetivar a compra.

Possui mais alguma dica? Conta pra gente!