Aldrey escreve a cada 15 dias, sempre nas quartas-feiras.
Dólar subiu! O que eu faço agora?

Quando  o real começou a se desvalorizar  começamos a ter acesso a “verdadeiras promoções” de passagens aéreas para todos os lugares do mundo.  A facilidade de vermos no aplicativo do celular uma promoção e realizar a compra digitando os dados do cartão do crédito se tornou  uma forma de planejar o feriado, as férias ou a desopilação do trabalho.

O que deveria ser algo positivo   e ter como única preocupação   a dúvida do que levar na mala, tornou-se uma dor de cabeça para quem não planejou a compra do câmbio.

Ao comprar uma passagem aérea é necessário lembrar que teremos que efetuar a compra da moeda local e qual o custo médio diário com passeios, alimentação e hospedagem.

Nos últimos dias o dólar disparou. A tensão política em nosso país, crise econômica, baixo crescimento da China.... e, ontem, as projeções de risco da Standard & Poor´s (S&P) tiveram um efeito forte na cotação do câmbio e o dólar comercial chegou ao ápice de R$ 3,43, chegando a ser vendido o dólar turismo nas casas de câmbio de Porto Alegre/RS pela média de R$3,62. Hoje, o dólar  comercial abriu a R$ 3,36.

Quem está com data próxima para embarque deve monitorar o câmbio e a qualquer oscilação favorável realizar a compra da moeda. Já, quem tem um lapso temporal um pouco maior, deve ficar atento às oscilações e ir realizando a compra de acordo com seu poder aquisitivo, cuidando para não prejudicar suas finanças.

Devemos, também,  ficar atentos em relação a reunião que será realizada em setembro pelo Federal Reserve (FED) – Banco Central Americano- , caso o FED decida elevar a taxa de juros americana, teremos mais uma alta do dólar.

Mesmo com todos esses temores poderemos ter uma viagem tranquila e muito bem aproveitada, basta alterar um pouco o roteiro, buscar como alternativa passeios mais culturais e não focar somente em compras. Converse com os  moradores do local visitado, com certeza eles saberão indicar um ótimo restaurante e um lugar super agradável de conhecer. Viver a cultura local sempre vale a pena.