Fernanda Rosito escreve nas segundas-feiras.
Ensinar e aprender, dois verbos que caminham juntos

Sabem quando a gente mal conhece uma pessoa, mas confia nela? É assim que resumo como foi entrevistar a Mônica Latorre. Ela é psicóloga, mas não atua em consultórios. Ela é professora, mas não tem uma sala de aula. Ela é empresária, mas não quer dominar o mundo. Enfim, quer apenas o equilíbrio do que é bom e do que é preciso. Tá explicado o meu sentimento em relação a ela? Posso resumir mais um pouco: uma grande mulher, mas, ao mesmo tempo, simples. Mas não simplista.

Aliás, equilíbrio é uma palavra que parece combinar com a Mônica, uma profissional que está envolvida com diversas áreas, mas que percebe a importância de um bom planejamento e sua execução. E passa isso aos outros de uma forma bem tranquila, como se fosse a coisa mais natural do mundo. Talvez até seja – para ela.

Alguém com tantas atribuições e afazeres teria tudo para ser alguém com pouco tempo disponível, objetiva e prática. Não que a Mônica não se encaixe nessas características, aliás, ela tem outras que considero mais adequadas.

Por exemplo, super disponível, mesmo que o começo da nossa conversa tenha sido mais demorado em função da agenda de férias dela – quando retornou à rotina normal, as respostas vinham com muita agilidade; ela também gosta de trocar informações, pede opinião alheia, mesmo que tenha certeza da sua resposta. Enfim, é muito mais acessível do que pode parecer em razão das suas demandas. E isso nos deixou completamente admiradas.

A Mônica é uma daquelas mulheres da nossa lista de entrevistas que pensamos: “Puxa, vai demorar para termos o retorno dela...”. Realmente demorou, mas porque estava curtindo umas férias. Vamos combinar né, nem todo mundo é de ferro. Enfim, quando estava de volta à ativa, nos atendeu com agilidade, como comentei acima. Agora me diz: como ela consegue isso? Sabemos da agenda atribulada da Mônica, então, posso dizer que ela adorou ser entrevistada pela nossa redação? Ah, diz que sim, vai...

Mônica, um super beijo e obrigada por falar conosco. Até a próxima!