Aldrey escreve a cada 15 dias, sempre nas quartas-feiras.
Estou indo embora do Brasil

 

Cada vez mais as pessoas estão se organizando financeiramente para irem embora do Brasil.

A PUCRS realizou uma pesquisa chamada “O Jovem brasileiro e o Futuro do País” onde 37% dos jovens entrevistados, idade entre 18 e 34 anos,  disseram que se enxergam longe do Brasil. Entre eles 48,4% citou o Canadá como destino.

É possível presenciar os dados acima na AZM Assessoria em Câmbio, pois quase diariamente jovens casais , e alguns com filhos pequenos, nos procuram questionando sobre o envio de $$ para fora do país ao irem  residir em outro país.

Entre os que vão até o escritório para conversarem sobre o assunto 85% desejam ir para o Canadá, cidade como Vancouver está no topo da lista entre as  mais  desejadas para morar.

Os  principais argumentos para deixarem o Brasil são os mesmos:

1) A violência: as pessoas estão se sentindo cada vez mais  inseguras. O medo de sair de casa é constante. Todas as pessoas que nos procuraram já foram ou conhecem alguém que já sofreu um assalto.

2) Cenário econômico: muitos não acreditam que a economia brasileira vai melhorar. Os que são autônomos mencionam a dificuldade em manter um negócio no Brasil diante dos altos impostos sem ter a contrapartida.   Os que são celetistas falam que não enxergam perspectiva de crescimento profissional e o receio de ser demitido e não encontrar  um emprego que pague o valor ideal e os valorize  é constante.

3) Perspectiva de futuro: as pessoas estão cada vez mais preocupadas com seu futuro na velhice, e, por isso almejam uma vida mais tranquila em outro lugar nessa fase, além da oportunidade que querem entregar aos seus descendentes.

Muitas visam realizar um intercâmbio para aprimorar o novo idioma e usar como teste para a adaptação. Em caso positivo retornam ao Brasil e começam a se organizar para uma mudança definitiva, outros, vão para fazer o intercambio já com intuito de permanecer no país escolhido.

Ir embora, exige, além da organização financeira, o equilíbrio psicológico. Não é tão simples desapegar de suas coisas e resumir a sua vida em uma mala, isso, sem mencionar as pessoas queridas que ficarão no Brasil.

Pensando sobre o assunto? Comece pelos dois itens abaixo:

- Conversar com as pessoas que foram morar no exterior,  incluir as que ainda estão lá e as que retornaram. Questione os motivos, as dificuldades e as vantagens dessa mudança de vida.

- Entre em contato com uma assessoria em câmbio para saber as  formas de envio de dinheiro para o exterior.  O envio de dinheiro é simples, mas é necessário se informar como proceder.

Você também está pensando sobre o assunto?