Cris escreve todas as sextas-feiras.
Nossa vida. Nossas escolhas.

 

Morremos diariamente, mas quando os primeiros raios de sol surgem no horizonte, o sopro da vida nos coloca de pé. E a cada abrir de olhos, a inteireza do mundo se apresenta e com ela, todos as possibilidades.
Nossas escolhas determinam nossos caminhos. Nada mais e nada menos. Não somos forçados, somos a soma de nossas atitudes, de nossas palavras, de nossas ações.
Mesmo que flua, que trave, mesmo que seja em decorrência de passos alheios, que seja sob a espada de nossos medos ou sob o perfume de nossas vitórias ou até sobre o muro das incertezas, culminamos em nossa vontade, não adianta correr.
Atraímos a vibração que irradiamos. Às vezes luz, às vezes sombra, o ying e o yang, o masculino e o feminino, a intuição e a razão. Mesmo que a balança penda mais para um lado que para o outro, o mundo todo habita em nós.
As influencias existem, positivas ou negativas, mas nossos valores e nossa força interior serão a base de nossas diretrizes.
E longe das perfeições, poderemos nos acalentar na imperfeição que nos faz únicos. Sem desculpas, sem cobranças e sem amarras.
Então, tome as rédeas da sua história e não deixe ninguém te desviar dos teus objetivos. Não tome as decisões mais importantes da tua vida para agradar os outros, agrada a ti primeiro, porque depois pode ficar complicado desatar tantos nós.
Ser autentico é uma virtude. Ser tu de verdade e não aquela versão que querem de ti, pode ser difícil num primeiro momento, mas depois será a escolha mais libertadora da tua vida. Quem gosta de ti, vai gostar do jeito que tu é.
Muito cuidado com as máscaras por que elas são armadilhas perigosas. Nos boicotamos quando às vestimos e somos enganados por quem as usa. É fato. Por isso, devemos exibir ao mundo a melhor versão de nós. Assim, além de embelezar o dia, estaremos profundamente engajados em nosso crescimento pessoal. Afinal, somos responsáveis por nossas vidas. Ninguém mais. Ninguém menos.
A escolha é tua. O poder é teu. Faça jus a quem tu é e comece o ano que já dá os primeiros passos, com a certeza de que está no caminho certo.