Cristtiane escreve mensalmente, sempre na segunda-feira.
Imagem, Comportamento e etiqueta

 

Uma série de questionamentos para ajudar no marketing pessoal

A maneira como nos comportamos em várias ocasiões sociais constitui também a nossa Imagem pessoal. No dia a dia ocorrem situações que exigem de nós, bom senso e certo conhecimento de normas de conduta.

Nossa intenção na editoria é compartilhar alguns pontos relevantes que possam ser facilitadores para melhorar os relacionamentos corporativos.

Num mundo onde tudo parece perecível e as relações descartáveis, existem momentos em que nos damos conta de que seria importante saber como se vestir, como entregar o cartão de visita a alguém sem ser invasivo,  em que momento entrar numa roda de conversa, se deve ou não interromper o almoço de alguém quando o encontra num restaurante enfim, é preciso sim saber se relacionar, independente da hierarquia ou nível sócio cultural de cada um.

Através das roupas nós demonstramos o quanto somos bem sucedidos e, com isso, nos destacamos dos demais. Mas e o nosso comportamento? Ele também comunica quem somos através de gestos.

Se imagem é como os outros nos vêem, nos percebe, quando você se olha no espelho vê o quê? Faça uma avaliação: você gosta da forma como se veste para atender seus clientes, para estar ao lado de seus colegas? E como é o seu comportamento? Está sempre cansado, estressado, atrasado? Como reage quando algo não sai como deveria? E agora em tempos de crise, o que você está fazendo para manter a sua posição ou se está se recolocando, quais atitudes estão sendo revistas?

A imagem que alguém projeta é baseada em tudo isso.

A imagem de um profissional é o que de mais importante se vende. As pessoas lembrarão de você pela forma como as trata, pela sua habilidade de conduzir as situações, pela maneira   com que dá atenção e sabe ouvir.

Trabalhar o seu marketing pessoal valoriza tudo que você tem – valoriza o ser humano que é. A pergunta que precisa ser feita é se você quer estar no grupo dos medianos ou das estrelas. Lembre-se que o mundo está cheio de notas 7 e precisando muito de pessoas nota 10.

Trabalhar não apenas a aparência mas todos os atributos que envolvem a sua imagem, faz com que você reveja suas características emocionai e intelectuais visando assim, o melhor aproveitamento das suas potencialidades na área pessoal e profissional.

Primeiro preocupe-se em resolver o que tem dentro de você, a aparência vem depois como complemento de quem já sabe quem é e o que deseja.

Comece fazendo uma reflexão do seu histórico pessoal, como você era há 5 anos e o que evoluiu seja em comportamento, na vida pessoal, no trabalho. Pergunte-se o que poderia ser mantido e o que faria diferente.

Considere as relações que você criou. Elas foram positivas ou negativas? Quantas você mantém? Se você fosse escolhido hoje, para assumir um cargo melhor teria mais pessoas torcendo contra ou a favor?

Não existe resposta certa ou errada. Existe você se conhecer, saber do que é capaz para encarar todos os desafios que se apresentam.

Lembra da máxima que conhecimento é algo que nunca será nos tirado?

Quanto mais eu me conheço mais me distancio de ser “maria vai com as outras” . E quanto mais conhecimento eu adquiro mais liberdade eu tenho.

O que você está fazendo por você hoje?

Ótimo início de mês.