Cris escreve todas as sextas-feiras.
Anjos existem

A história parece simples. Mas não é!

Anjos existem e são de uma perspicácia voraz. Principalmente, porque nós, seres humanos, somos muito imperfeitos e acabamos metendo os pés pelas mãos e causando um trabalho enorme para estes seres angelicais.

Seria tão mais fácil se abríssemos a mente e seguíssemos nossa intuição, o sopro dos anjos em nossos ouvidos. Mas não, preferimos deixar que o medo, a ansiedade e outras vozes, falem mais alto.

Ainda bem, que nossos protetores não desistem fácil e no vai e vem do mundo, nos trazem de volta as pérolas que abandonamos pelo caminho. Para perceber, precisamos estar atentos, precisamos de nova lente, de novo olhar.

Tudo faz parte dessa engrenagem chamada vida, da sinergia do universo. Nos conectamos aquilo ou àqueles que estão na mesma vibração que nós. É a velha lei da atração. Velha e atual, pois ela é simples e pura, sem arremates, sem curvas. É o que é. Não mascara nada.

Assim devemos ser também. Puros, simples, na essência de nós mesmos. Sem desvios. Mas com muita vida, com a mente livre e o coração pulsando, nos levando para frente, impulsionando.

Analisando os caminhos e os parâmetros, acabamos nos dando conta que no dia a dia, nas irregularidades e nas incertezas, sempre acontecerá algo grandioso, com a proteção dos anjos, com a intuição que só eles são capazes de nos dar e que mexerá com nossa estrutura e nossas bases.

Um acontecimento que virá após uma sequencia de pequenos fatos para nos fazer acordar de um sono profundo e nos mostrar quem verdadeiramente somos, pois muitas vezes, nós mesmos esquecemos disto, mergulhados no problema.

A partir daí, cabe a cada um ter a percepção de ouvir os sinais e fazer a diferença, no seu próprio mundo e no ambiente ao redor, harmonizando o interior e o exterior, numa corrente do bem e do amor. Anjos existem!