NOVOS HÁBITOS NA CARREIRA

Especialista da STATO aborda mudanças de comportamento e no dia a dia de trabalho dos profissionais

Hábitos facilitam ações do dia a dia por seguir um padrão de constante repetição. No entanto, mudanças acontecem em diversos âmbitos da vida, inclusive, na carreira. Por isso, alguns hábitos adquiridos se tornam desatualizados diante das novas circunstâncias profissionais. “Nos últimos cinco anos, a qualidade do trabalho deixou de ser medida pela quantidade de horas dedicadas a ele. Cada vez mais, o trabalhador passa menos tempo no escritório e entrega bons resultados”, afirma Lucia Costa, diretora executiva de transição de carreira da STATO.

O sucesso na carreira não está mais condicionado ao período de 24 horas trabalhadas initerruptamente, mas sim à produtividade durante o expediente regrada de dedicação, concentração e foco nas atividades a serem desenvolvidas. Considerar que o trabalho está acima de tudo é um comportamento cada vez menos comum, já que os executivos preferem valorizar o tempo de serviço ao invés de passar muitas horas na frente de um computador.

Há pouco tempo atrás, os profissionais eram mais fiéis ao cargo na empresa em que atuavam, já as novas gerações não constroem laços tão fortes com seus empregadores. As constantes reestruturações balançaram a relação estável que as corporações tinham com o trabalhador. Por outro lado, os cargos têm uma relevância diferente hoje em dia, pois não definem o profissional no ambiente corporativo. “Os rótulos de ‘gerente’ e ‘diretor’ não são títulos de nobreza. O profissional precisa ter em mente de que está vendendo seu serviço à empresa e ela precisa das competências que ele tem”, salienta Lucia.

Para tanto, o bom relacionamento com a equipe é primordial para tornar as atividades do dia a dia mais agradáveis. Além de demonstrar aos superiores o bom desenvolvimento do trabalho, é válido manter colegas e fornecedores cientes de seu desempenho profissional por meio da ética, dedicação e esforço no trabalho. O reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pode gerar futuras indicações em momentos de desligamentos, o melhor tipo de networking é o que acontece naturalmente. “O mercado de trabalho está diminuindo cada vez mais as fronteiras entre cargos e áreas, portanto, o profissional que consegue trabalhar em 360º tem uma vantagem competitiva grande na empresa e é muito valorizado”, destaca Lucia.

É necessário também rever atitudes corriqueiras como manter uma agenda completamente ocupada. Nesse sentido, é preciso reavaliar os compromissos, priorizar atividades e aprender a hora de parar. Quando tudo é urgente, pode passar a imagem de que a pessoa que não sabe se organizar. “O status de profissional ‘muito ocupado’ para fazer qualquer coisa, além de ser fora de moda é sinal de que a pessoa não sabe gerenciar o tempo e que está inacessível para atender quem trabalha com ela, o que não é bom”, diz Lucia.

Entre os hábitos cada vez mais defasados no mercado de trabalho está o perfeccionismo, que saiu da lista de qualidade para constante observação por parte dos líderes. Hoje em dia as empresas valorizam mais a entrega do trabalho em dia, mesmo que com pequenas imperfeições, do que atrasar um projeto buscando um grau de excelência que nem sequer existe. No entanto, qualquer que seja a função, o resultado tem que ser o melhor possível, mas precisar de uns ajustes, que você tem a liberdade de fazer ao longo do caminho, não desvaloriza seu esforço. “O perfeccionismo tem passado dos limites nos últimos anos e deixou de ser uma qualidade para se tornar um ponto de melhoria. Quem se apoia nele perde agilidade e capacidade de entrega”, diz Lucia.

Mudanças de hábito são de extrema importância no ambiente profissional, por esse motivo, os que mais estão despontando no mercado hoje são aqueles profissionais que conseguem desenvolver habilidades comportamentais e sociais.

Sobre a STATO           

A STATO é uma consultoria especializada em recrutamento de executivos, desenvolvimento organizacional e transição de carreira/outplacement. A STATO atua em todas as etapas do ciclo dos profissionais nas empresas, identificando, desenvolvendo e apoiando pessoas e negócios para o sucesso. A empresa conta com especialistas em assuntos relacionados à carreira, seja do ponto de vista das organizações ou dos indivíduos.

Mais informações: http://www.statobr.com/