Gabriele escreve mensalmente no Negócio Feminino
A dor e delícia do Home Office

Recentemente comecei a trabalhar em home office e confesso que estou amando. Montei um cantinho especial e estou conseguindo ser altamente produtiva, porém, eu tenho consciência que essa produtividade é devido a disciplina de separar os momentos da casa/família dos momentos de trabalho, e é isso que quero compartilhar nesse artigo.

Meu apartamento é pequeno, mas mesmo assim consegui montar um quentinho bem gostoso para trabalhar, do meu jeito, com a minha cara. Entendi que eventualmente é possível trabalhar na mesa da sala, na cozinha ou até mesmo no sofá, porém, quem faz home office diariamente precisa de cantinho especial pra trabalhar, deixar suas coisas. Sabe aquela coisa de ter o próprio espaço?! Então, é isso.

Outro ponto importante do home office é lembrar, principalmente as mulheres, que quando a gente trabalhava fora não dava pra ir pra casa no meio do horário de expediente lavar a roupa só porque fez sol, ou dar um pulinho em casa para arrumar algumas coisas. Todas essas atividades eram feitas quando chegávamos no final do dia ou no final de semana, certo? Então porque agora precisa ser diferente?

Aprendi também que só ficar em casa cansa, como saio bastante para visitas, atender, etc. acabo não sentindo tanto isso, mas sei que a rotina do home office pode ser um pouco solitária. Você pode resolver isso definindo um dia da semana ou dois para trabalhar fora de casa, seja no escritório de algum parceiro, em um café e até em espaços de coworking, essa inclusive, é uma dica bem legal para você fazer novos contatos também.

Outra questão que temos que prestar atenção é definir uma carga horária de trabalho, sabe por que? Porque senão caímos na armadilha de ligar o computador as 08h da manhã e desligar as 23h, e o pior, com a sensação de não ter feito quase nada. Eu defino meu horário de trabalho das 08:30 as 18h mais ou menos, depois disso chega marido e filho em casa e não produzo mais, priorizo dar atenção pra eles, até porque eu trabalho muito a noite em função de atendimentos e treinamentos. Além de estar com a família, a outra vantagem é que quando definimos o horário nos “obrigamos” a produzir neste momento e o dia rende muito mais.

O home office tem muitas delícias, mas é preciso estar atento as armadilhas do dia a dia pra que não haja uma auto sabotagem. Eu coloquei acima as minhas percepções e adaptei minha rotina para eu ser mais produtiva possível, sem deixar lado o dia a dia com a minha família, cuidados com a saúde e a rotina da casa. E você pode fazer o mesmo, basta entender o seu contexto, quais as suas dores em relação ao home office e fazer os ajustes.

A produtividade, seja na empresa ou no home office depende de disciplina e autoconhecimento, mas principalmente da sua força de vontade de querer melhorar e até mesmo mudar quando necessário. O seu resultado só depende de você.