Caroline escreve mensalmente, sempre nas terças-feiras.
Mentoria: um caminho para liderar a sua vida e carreira

O caminho para a concretização de nossos objetivos nunca é fácil. Desafios aparecem quando menos esperamos e obstáculos surgem nos locais mais inusitados. É preciso estar preparado. Eis que surge a pergunta: quando essas surpresas aparecem em seu caminho, você consegue se manter em equilíbrio para continuar avançando?

Nem sempre é fácil. Estamos habituados a buscar a linearidade das decisões diante dos papeis que exercemos na vida. Desde a formação escolar, sabemos onde inicia o nosso caminho, onde estamos e onde vamos chegar. Os conceitos de sucesso e fracasso – por mais simplistas que pareçam diante das mudanças de comportamento do mundo moderno – nos são ensinados desde a infância. Somos treinados a tomar certas decisões, e tudo isso transmite uma falsa sensação de segurança em relação à vida. Acreditamos, de verdade, que a nossa trajetória será um grande caminho em linha reta, com apenas algumas curvas para gerar emoção.

Com o passar do tempo, porém, percebemos que não é assim. A vida e carreira mais se parecem com um labirinto. Nada é linear, nada é simples, nada é fácil. As decisões são complexas e as escolhas podem, em alguns casos, nos limitar por um tempo maior do que gostaríamos. Ter agilidade e capacidade de adaptação para mudar o rumo do que não está funcionando é mais difícil do que se imagina – e os resultados, para piorar, podem demorar a aparecer.

Logo nos damos conta que a carreira, na verdade, é uma grande estrada escura. Há poucas certezas. Precisamos lidar constantemente com empregos nem sempre seguros (mas sempre competitivos), frequentes transições de carreira e crescente insatisfação com o trabalho e seus rumos. Para piorar o cenário, a entrada cada vez mais agressiva da tecnologia emergente traz consigo novos desafios, além de uma crescente diminuição de expectativas positivas em relação à vida profissional.

Diante desse cenário, colecionar sentimentos de frustração, insatisfação, ansiedade e desânimo pode ser mais frequente do que gostaríamos. O mundo lá fora não passa a mão em nossa cabeça, e o nosso mundo interno precisa estar preparado para lidar com isso. Infelizmente, ele nem sempre está, o que acaba nos deixando paralisados, como se estivéssemos presos em um caminho sem saída, diante de situações muitas vezes solucionáveis.

É nesse momento que se faz necessário contar com a orientação estruturada de um mentor. Esse profissional, que deve ser preparado e experiente, vai ajudar você a obter uma maior compreensão de si mesmo e do caminho que deve seguir. O mentor vai provocar insights sobre o seu desenvolvimento, despertar a sua autoliderança e se tornar uma ferramenta indispensável no seu aprimoramento – e consequente satisfação pessoal e profissional.