Fernanda Rosito escreve nas segundas-feiras.
Plano B: já tens o teu?

Tenho lido muito a respeito do nosso plano B. É investigá-lo e não podes fechar os olhos para a realidade economia e política do nosso País. E, com isso, as incertezas acabam perturbando nossos sonhos. Mesmo com as oportunidades que somente em momentos de instabilidade podem surgir. Basta cada um enchergar profundamente para a sua realidade profissional.

E é justamente neste ponto que quero chegar. No seu Plano B. Se é que você tem. Não? Então é bom começar a pensar, principalmente se trabalha como funcionária. Esse plano B pode ser uma nova recolocação, um acréscimo salarial ou, até mesmo, empreender.

Vou te passar alguns dados bem importantes:

Segundo o IBGE, no primeiro tristemeste desde ano, foram 8 milhões de desempregados no país – 14% a mais que no mês período de 2015.
52% aceitaram redução salarial – dados do Guia Salarial, da Hays e Insper.
Pelo Serasa Expirian, são quase 2 milhões de novas empresas a cada ano.

Sentiu o clima? Achei que precisava de uma sacudidela. Mas vou além: o plano B não deve acontecer apenas por uma realidade do Brasil, mas por um desejo teu. Uma motivação tua. Quem fala muito sobre isso é o nosso colunista Gabriel Carneiro Costa. Inclusive, nas duas obras dele, “O encantador de pessoas” e “À sombra da cerejeira”, este lançado recentemente, o plano B é muito abordado pelo autor.

Tá, agora tu deve estar te perguntando como chegar nesse plano B. Bah, vou ser muito sincera: não faço ideia. Essa resposta só tu podes encontrar, amiga. Podes te ajudar com os caminhos, mas o teu coração é o único cara que pode responder.

Mas pensa o seguinte. Ele pode ser motivado por uma mudança pessoal ou profissional. Vou te contar uma pequena história minha. Estou implantando meu plano B por questões pessoais e profissionais. E vou te dizer, nunca estive tão feliz em toda a minha vida. Sinto que estou no caminho certo. Meu coração diz isso, simplesmente, porque está aliviado. Ele se sente leve, tranquilo e em paz. Te garanto que esse sintoma comprova o acerto da escolha.

Quer conversar? Escreve pra mim e batemos um papo! Anota meu email: redacao@negociofeminino.com.br. Tenho certeza que juntas vamos mais longe. Bem mais longe.

Um beijo no coração!
Malu